Bullying.

2 mar

Quantas pessoas são vitimas do Bullying? Ou quantas pessoas praticam o Bullying? Bom, várias pessoas sofrem o bullying diariamente em suas escolas, trabalhos ou até mesmo dentro da própria casa. Falar sobre isso é muito complicado, pois muitas pessoas que sofrem com isso tem medo de procurar ajuda para que isso acabe. O Bullying é crime! E mesmo assim a violência física ou psicológica aumenta cada dia mais. Precisamos rever nossos conceitos e pensar em tudo que fazemos ou vemos por ai. Se podemos ajudar, porque ficar de braços cruzados, só assistindo a esse tipo de violência?

O Bullying pode trazer consequências graves para as vítimas, como: Síndromes, Rejeição para ir a determinados lugares, Depressão, Stress, Mudança de humor e muitas delas chegam a se matar. Isso é um absurdo e não dá para admitir!
Uma pesquisa do IBGE realizada em 2009 revelou que quase um terço (30,8%) dos estudantes brasileiros informou já ter sofrido bullying, sendo maioria das vítimas do sexo masculino. A maior proporção de ocorrências foi registrada em escolas privadas (35,9%), ao passo que nas públicas os casos atingiram 29,5% dos estudantes. No Brasil, uma pesquisa realizada em 2010 com 5.168 alunos de 25 escolas públicas e particulares revelou que as humilhações típicas do bullying são comuns em alunos da 5ª e 6ª séries. Entre todos os entrevistados, pelo menos 17% estão envolvidos com o problema – seja intimidando alguém, sendo intimidados ou os dois. A forma mais comum é a cibernética, a partir do envio de e-mails ofensivos e difamação em sites de relacionamento como o Orkut, Twitter e Facebook. (Fonte: Wikipédia)

O Cyberbullying é o bullying cometido pela internet. Hoje em dia, ter computador e internet em casa é comum, mais existem pessoas que utilizam isso para praticar o bullying criando perfis falsos, rotulando, fazendo ameaças e comentários sexuais com o objetivo de humilhar a vitima. Os cyberbullies podem divulgar os dados pessoais das vítimas (como nome, endereço ou o local de trabalho ou de estudo, por exemplo) em sites ou fóruns, ou publicar material em seu nome que o difame ou ridicularize-o. Alguns cyberbullies também podem enviar e-mails e mensagens instantâneas ameaçando e assediando as vítimas, postar rumores e boatos e instigar os outros para cima da vítima.

Combater esse fenômeno não é tarefa simples e necessita de um conjunto de ações que visem coibir a prática. Porém essas ações só tornam-se possíveis a partir do conhecimento das atitudes, causas e consequências. Dentre os principais atos relacionados ao bullying destacamos: Agredir; amedrontar; assediar; aterrorizar; bater; chutar; discriminar; divulgar; apelidos; dominar; empurrar; encarnar; excluir do grupo; fazer sofrer; ferir; gozar; humilhar; ignorar; isolar; intimidar; ofender; perseguir; sacanear; roubar; quebrar pertences; zoar.

A importância do diálogo, do acompanhamento e da prevenção fazem com que os casos existentes possam ser solucionados em tempo, evitando transtornos a longo prazo.

Os pais e educadores devem ter a consciência do seu papel, procurando ajuda especializada, se for o caso. Atitudes descompassadas não podem ser toleráveis, mas sim coibidas de forma responsável e comprometida. Quanto à escola, esta deve ter em seu quadro de pessoal um Psicopedagogo, o qual trabalhará junto com o agressor ou a vítima de Bullying, e que este trabalho seja acompanhado pela direção da escola e principalmente pela família. O trabalho com a família é de certa forma difícil, sendo que esta sempre apresenta certa resistência em acreditar que o filho fez algo de errado. (Fonte: Projeto Pedagógicos Dinâmicos).

Vamos abrir os olhos para isso, vamos ajudar e evitar que isso aconteça! Diga NÃO ao Bullying em qualquer circunstância!

Bom final de semana, beijos!

Jéssica Nese

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: